Google

Participe do Movimento Educacionista

O Movimento Educacionista tem por objetivo promover a educação de forma integral e participativa. Este é um movimento apartidário, sem fins lucrativos e totalmente pró-educação. Somente pela revolução na Educação o Brasil poderá vivenciar seu enorme potencial territorial e social.

Próximo encontro: informe-se na sede do IMPAR.
Endereço: QND 14, Lote 17, Taguatinga Norte-DF.
(61) 3354-3731

Cartilha burnout em professores. Distribua!

Videos relacionados ao Movimento Educacionista

Loading...

terça-feira, 11 de setembro de 2007

Escola: Célula Mater da Cidadania

(Escola em uma abordagem educacionista)

Escola é pátria de pé no chão olhando para o além do ser...
É poesia, filosofia correta, concreta, é escrito hoje do hoje, do ontem, do amanhã,
Para colher agora, depois, após e muito além de nós.

Escola é machado que apara, espada que ara que acolhe os cambaleados, esquecidos
E expulsa, do aconchegante e acomodante ninho, os amadurecidos
Para usufruir fragrantes conquista queridas, esquecidas.

Escola é mola acolhedora, é ancoradouro inovadores de desafios
Espanta, encanta, é caso de ambíguos e conflitos afetos.

Estimula sem dó; pista, aponta a buscar dos túneis, a luz.
Com lentes pretéritos de esboços rotos, papeis quebradiços gastos pelo tempo;
Que provoca meu aprender;

Mestres plugados, ligados on-line com lições ocos e ideais palhas.
Ases, ambos do saber que enobrecem meu fazer e incita nosso conviver
Com cristandade; se não, com cidadania.

E, seremos cidadãos quando não haja gente deficiente de consciência crítica.
Quando haja além da fartura de pão, abundância de amizade, solidariedade, generosidade;
E não precise ninguém mais de Caridade.

Utópico: certamente!
Possível: verdadeiramente!
Prático: agora, perto e longo!
Crível: perfeitamente!
Esperançar: sempre!

Ser agente de transformação: constantemente!
Propondo e prontos a mudanças: já!
Denunciar os que talam portes, praças, flora, fauna e muito mais!
Ou bens maiores, tais como costumes, moris, amor, patriotismo e vivência saudável: indefinidamente!

Amar: Sempiternamente...
Posto que, cidadania é cumprimento de deveres,
É cobrança do direito a liberdade, a propriedade, a ir e vir, a família, a educação. É ter vida digna...

E, viver dignamente é:

· Jamais interromper o gorjear de um pássaro;

· jamais poder tornar rota uma fonte;

· não poder apagar o direito do sorriso da criança pela sua ludicidade;

· jamais quebrar a fluência empolgante daquela história ou estória do idoso, contada pela enésima vez...

Porque, direito gozado, isolado, é direito usurpado, é bocado tomado.
Liberdade limitada pela tua começada, é vivência privatizada;
Liberdade cidadã há quando, a tua for similar a minha conquistada.

Escola:
Assembléia magna do aprender, aprender; laboratório insigne do aprender a fazer;
Consistório ímpar do aprender a ser; plêiade sublime do aprender a conviver.
Para tanto, insta, perquire e reclama e toma um caminho que é só teu, tão luzente quanto o sol.
Não te conformas, mas, informa, reforma e transforma-te.
E, com certeza instruirás e formarás pessoas de escol.

Enock Guimarães

Brasília, DF, 01 de maio de 2003

Um comentário:

Chafic Jbeili disse...

Parabéns ao Professor Enock pelo belo e brilhante texto! Abraço, Chafic