Google

Participe do Movimento Educacionista

O Movimento Educacionista tem por objetivo promover a educação de forma integral e participativa. Este é um movimento apartidário, sem fins lucrativos e totalmente pró-educação. Somente pela revolução na Educação o Brasil poderá vivenciar seu enorme potencial territorial e social.

Próximo encontro: informe-se na sede do IMPAR.
Endereço: QND 14, Lote 17, Taguatinga Norte-DF.
(61) 3354-3731

Cartilha burnout em professores. Distribua!

Videos relacionados ao Movimento Educacionista

Loading...

quinta-feira, 5 de junho de 2008

Leitura do desenho infantil em abordagem psicopedagógica

Uma pesquisa feita nos Estados Unidos teve bom resultado ao utilizar desenhos para avaliar problemas psicológicos e emocionais de crianças de até 5 anos. Os cientistas deram questionários aos jovens, sugerindo problemas emocionais em outras crianças. Para responder, os jovens analisados precisavam marcar as alternativas com desenhos.

O estudo foi feito com 107 crianças e suas mães responderam aos mesmos questionários. Os pesquisadores perceberam diversos problemas como ansiedade, depressão e distúrbios de atenção, como a hiperatividade. Cerca de 15% a 20% das crianças analisadas apresentaram problemas emocionais e comportamentais.

Quando os pesquisadores compararam os resultados com um padrão de medição eles perceberam que as respostas das crianças eram um bom indicador de problemas potenciais. A conclusão do estudo é que os médicos podem e devem utilizar mais as próprias crianças para avaliarem os seus problemas emocionais.

Segundo a drª Beth Wildman, que participou do estudo, os médicos costumam passar menos de 15 minutos com uma criança, em média, o que impede um conhecimento mais profundo do seu comportamento. O estudo foi publicado na última edição do Archives of Family Medicine.

Serviço:
Faça sua pré-reserva no curso de análise de desenho em abordagem psicopedagógica.

Data: 08 de agosto de 2008
Carga horária: 15 horas
Horário: das 19:00 às 22:00 horas
Local: Centro Acadêmico IMPAR / Taguatinga – DF
Investimento: R$ 120,00 - Inclui certificado e material de apoio.
Pagamento em até 12X no cartão de crédito, exclusivo para mercado pago.

Facilitador: Chafic Jbeili - psicanalista e psicopedagogo
Com 10 anos de experiência, desenvolve palestras sobre educação, processos ensino-aprendizagem, família e saúde do professor. Promove vivências entre equipes técnicas e grupos de trabalho de diversas escolas. Presta consultoria e treinamento a professores, orientadores educacionais, gestores escolares e psicopedagogos que necessitam compreender a dinâmica de seus alunos ou clientes e proceder intervenções mais precisas e adequadas.

www.chafic.com.br

2 comentários:

Irene Drischel disse...

Penso que o profissional brasileiro seja suficientemente competente para basear seus estudos e citações em estatísticas nacionais,autores nacionais.

Os povos estrangeiros tem aspectos de vida bem diferentes dos nossos,como clima, alimentação, costumes, cultura, biotipologia,só para citar alguns.

Assim, ao profissional brasileiro faz-se necessário reconhecer o valor do seu povo e nele acreditar verdadeiramente, libertando-se das lembranças históricas da época da colonização.

Será que os profissional estrangeiro cita referencias estrangeiras com a mesma freqüência e ênfase que o brasileiro?

Penso que, o movimento do Educacionismo brasileiro se fortalecerá na proporção direta da auto-valorização do professor e na união da categoria.

Existe um Conselho Federal dos Professores?

Prof. Chafic Jbeili disse...

Olá Irene, você conhece alguma pesquisa brasileira com Desenhos para ser citada? Não basta levantar o problema, é preciso indicar a solução. Esse é o problema do Brasileiro, critica muito e soluciona pouco. Enquanto isso americanos e europeus racham de fazer pesquisas... Piaget, Vigotsky, Wallon, Emília Ferrero são Brasileiros? Cadê os pesquisadores brasileiros com pesquisas pertinentes? Se não citarmos os pesquisadores americanos, argentinos ou franceses quem poderemos citar nos cursos de pedagogia no Brasil?